BlindTec Express 08 – Notícias do mundo da tecnologia assistiva

Salve, galera!

Neste episódio, Marlon Sousa (Splyt), passa a limpo as muitas e fervilhantes notícias do mundo da tecnologia assistiva desde o começo do ano até agora, sempre com boa música e bom humor como acompanhamentos.

Apertem o play, e boas notícias tecnológicas para todo mundo!

Recadinhos

Quem ouviu o BlindTec Express 06, que aliás deveria ser obrigatório para quem trabalha com o NVDA, sabe que estivemos em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, para palestrar sobre como cegos desenvolvem software no DevDay. Tivemos, naquele dia, a incrível oportunidade de conversar e, porque não, também nos divertirmos muito, com uma galera jovem e de mentalidade aberta. E, agora, a palestra foi disponibilizada no
InfoQ, para minha enorme satisfação, pela organização do evento. E aí, ficou curioso? Então confere lá, e boa diversão informativa para você!

Raposas flamejantes, de volta ao trabalho!

E a crise de relacionamento entre o Firefox e as tecnologias assistivas parece estar chegando a termo. Depois da polêmica versão 57 ter sido lançada, os garotos da Mozilla e da NVAccess trabalharam duro e, agora, as versões 58 e 2018.1 do navegador e do leitor de telas, já disponíveis, voltaram a funcionar muito bem em conjunto. A parte ferida do triângulo amoroso é o JAWS, com quem o Firefox ainda não está se bicando.
De acordo com este post do Jonathan Mosen, diretor de redes sociais da fabricante do JAWS, é esperado que o leitor fique pronto para o Firefox ainda este mês, mas o Firefox deve ficar pronto para o leitor apenas em Maio. Quando a união a três voltar a existir, nós avisaremos. Até lá, usuários do NVDA podem cair na folia e usuários do JAWS devem usar o acordo de relacionamento aberto entre as duas partes e migrar para o Chrome ou usar a versão 52 ESR do navegador raposa.
Para mais detalhes, acesse este post (em inglês) do blog do Marco Zehe, um dos profissionais da área de acessibilidade da Mozilla e a página O que há de novo no NVDA 2018.1, também em inglês.

Novidades do NVDA

Além do restabelecimento de relações com o Firefox, a versão 2018.1 do nosso leitor de telas gratuito preferido para Windows apresenta algumas outras novidades.
Dentre elas, podemos destacar uma série de melhorias para quem usa displays Braille, o suporte à navegação de charts no Word e no PowerPoint e correções de bugs, como o habitual.
Para mais informações, acesse O que há de novo no NVDA 2018.1 em inglês.

Tubarões, sigam a diante!

Mas o NVDA não é o único a se posicionar. O JAWS 2018 também traz novidades interessantes na sua atualização de Fevereiro. Destacamos principalmente o fato de que o leitor de telas irá se oferecer proativamente para usar OCR em PDFs inacessíveis e também diversas melhorias no suporte a aplicações Google, incluindo o Chrome, e também no uso geral com o Windows 10.
Para mais detalhes, consulte O que há de novo no JAWS 2018 (em inglês)

Novidades preocupantes a respeito da Baum

E a representação americana da fabricante Baum de displays Braille fechou suas portas. A matriz continua a tentar se recuperar na Europa, mas ainda sem maiores novidades. A notícia preocupa, pois perdermos um player dentre os poucos existentes que estão nesta área apenas fará os preços subirem ainda mais e a pressão por inovação, ao mesmo tempo, diminuir. Continuamos a monitorar esta situação.
Para mais detalhes, acessem este post (em inglês).

Vida dura para quem precisa ou gosta de Braille

Além dos problemas com a Baun, a APH, produtora dos displays Orbit Reader de baixo custo, identificou um pequeno problema com as unidades produzidas e suspendeu a venda de novas unidades até aproximadamente Junho. A boa notícia é que, apesar disto, o suporte dos leitores de tela ao display continua a ser construído, o que sinaliza que o mercado aceitou sua proposta. Vamos esperar para ver a quantas os assuntos relativos ao Orbit 20 andarão nas próximas semanas.
Se quiser saber outros detalhes, só acessar a news letter de Março da APH

Seja muito mais do que meus olhos

E a Startup Be My Eyes continua a evoluir o aplicativo e as linhas de negócios que ele possibilita. Em outras palavras, os gringos estão assanhadinhos e vindo com tudo!

Movam-se!

Em Janeiro, os dinamarqueses começaram a trabalhar em colaboração com o pessoal da Moovit, juntando ideias e conhecimento para tornar a experiência de uso de transporte público mais acessível ao redor do mundo.
O que isso significará ao certo não sabemos, mas existem claramente possibilidades bem interessantes no radar. Como algo concreto, usuários do Be My Eyes poderão fazer uma chamada diretamente do menu “mais” do aplicativo do Moovit, afim de solicitar ajuda de um voluntário vidente para auxiliar em questões extras como por exemplo ajuda para encontrar seu assento dentro de um trem ou ônibus.
Para o Brasil, com a qualidade média não mais do que ridícula de nossa internet e os provedores de informação sobre transporte público sendo um tanto … excêntricos … duvido muito que esta iniciativa ajude, mas acreditar por vezes faz-se necessário.
Se quiser mais detalhes, veja o anúncio da parceria, em inglês.

Quero ajuda, mas não de qualquer um!

O aplicativo da Be My Eyes sempre conectou voluntários a deficientes visuais. Ao mesmo tempo, muitas companhias, principalmente em países desenvolvidos, oferecem números de telefone especializados para suporte a pessoas com deficiência. Mas como você acha o número de telefone de uma companhia se seu telefone está quebrado e você precisa de ajuda desta companhia justamente para consertá-lo? Como busca por ajuda na internet se seu computador parou e você está procurando a fabricante para te ajudar com isso?
Você gostaria de decorar todos esses números de telefone? Mais do que isso, como o suporte da sua companhia vai te ajudar se, pelo telefone, ele / ela não consegue ler a tela ou ver o que está acontecendo?
Simples: use o be my eyes! A ideia brilhante da startup é colocar, em sua tela principal, um botão para chamar ajuda especializada de diversas companhias. Assim, você pode, através do aplicativo que já possui, chamar a companhia desejada através do toque de um botão e dar ao suporte a visão do que está acontecendo, literalmente.
A Microsoft foi a primeira companhia a se associar ao projeto, e espera-se que mais delas o façam.
Mas, a não ser que você saiba falar inglês, vai ser melhor esperar bastante para usar estas comodidades nesta “nossa querida” terra tupiniquim.

Estou buscando por ajuda do Google

E falando em suporte … Você sabe falar inglês? Ótimo, seus problemas, teoricamente, acabaram!
A Google está oferecendo suporte para usuários de seus produtos com deficiência visual.
Por hora, este serviço funciona apenas via e-mail e em inglês. Vamos ver como esta iniciativa irá evoluir.

Relógio digital em Braille disponível!

Antes de tudo, não está disponível por aqui. Mas então qual a razão de colocarmos este destaque para vocês?
Bem, não resistimos a um pouco de vaidade. A BlindTec foi acusada por vezes de dar notícias sem pé nem cabeça. Entre os exemplos, estavam uma suposta linha Braille de baixo custo chamada The Orbit Reader e um suposto relógio Braille digital do qual falamos, mais especificamente, em Agosto de 2015. Por sinal, ambos estão hoje funcionais e disponíveis. O resto, cada um que julgue. Nós continuaremos, enquanto Deus nos permitir, a levar um trabalho de credibilidade para nossos ouvintes e leitores.
Para detalhes sobre o dot watch, acessem a página da fabricante em inglês.

Conclusão

E acabamos de contar tudo o que de mais relevante aconteceu no mundo da tecnologia assistiva no comecinho deste ano … ou não? Na verdade, ainda faltaram algumas coisas, que serão abordadas em um próximo episódio.
Por hora, temos suficientes coisas para refletir e aproveitar.
Se quiser, deixe seus comentários sobre este post no formulário abaixo ou pelas redes sociais e, juntos, vamos ajudar a fazer da tecnologia assistiva algo cada vez mais ao alcance de todos!

 

© Copyright BlindTec 2018, todos os direitos reservados.
Para mais detalhes, consulte a página de direitos autorais do portal.
Gostou do post? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on Google+
Google+
Share on LinkedIn
Linkedin

2 comentários

  • wellington de castro

    Boa noite navegantes da Blindtec!

    Ouvi hoje esse episodio e achei excelente, pena que as informações não foram tão animadoras; excelentes novidades do mundo da tecnologia assistiva, no entanto, não está disponível para nós brasileiros ou estará futuramente a um custo incompatível com a realidade de uma grande parte da comunidade cega brasileira, que assim como o país, precisa realizar um ajuste fiscal domiciliar.

    Em relação a qualidade da internet fornecida no Brasil, moro na região metropolitana de São Paulo Na zona Sul; e na cidade aqui que moro, o fornecimento de internet é escasso e um nível pior do que péssimo.

    Agradeço pela atenção e até mais!

  • Olá equipe da Blindtec!
    gosto desse tipo de episódio que nos mantém informados.
    costumo indicar aos meus alunos.
    Sobre a nova versão do Nvda, apesar de não ter funções novas, o tanto de correção de bugs feita pela NV access, torna o software mais estável para o uso no Windows.
    Até mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda o desafio abaixo * Tempo limite espirado. Por favor recarregue o desafio